Notícias

Para os 200 anos da Independência, governo de SP quer reabrir Museu

Jornal do Brasil
Dia 19 de setembro de 2018

Em comemoração ao bicentenário da Independência do Brasil – celebrado em 2022 -, o governo de São Paulo planeja a limpeza do riacho Ipiranga, na zona sul da capital paulista, e ainda a reabertura do Museu Paulista, mais conhecido como Museu do Ipiranga. O local está interditado para reformas desde 2013.

A primeira reunião da Comissão de Coordenação das Celebrações dos 200 anos da Independência do Brasil ocorreu nesta quarta-feira, 19, e debateu ideias para serem implementadas nos próximos quatro anos.

Entre os membros, estão representantes da Casa Civil, Casa Militar, Secretaria Estadual da Cultura, Secretaria Estadual da Educação, Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, Secretaria da Segurança Pública e o Museu Paulista (USP). Na próxima semana, deve ser apresentado um cronograma de metas do grupo de trabalho.

Proposta da Sabesp, a limpeza do riacho ganhou adesão dos participantes do encontro. Também foi discutida a ideia de criação de um calendário com programação e atividades a serem realizadas até 2022.

A Imprensa Oficial também deve participar ativamente com publicações e eventos importantes. Está previsto ainda o lançamento de uma coleção com informações sobre culinária, vida social, religião e outros aspectos do cotidiano de 1822, especialmente no Estado.

CONFIRA NOTÍCIA NA FONTE

O Museu Paulista, ou Museu do Ipiranga, no centro das atenções do governo de São Paulo. Foto de Helio Nobre.

CONHEÇA O DECRETO – ÍNTEGRA

DECRETO Nº 63.686, DE 06 DE SETEMBRO DE 2018

Institui, junto à Casa Civil, do Gabinete do Governador, a Comissão de Coordenação das Celebrações dos 200 anos da Independência do Brasil, no âmbito do Estado de São Paulo, e dá providências correlatas

MÁRCIO FRANÇA, Governador do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais,

Decreta:

Artigo 1º – Fica instituída, junto à Casa Civil, do Gabinete do Governador, a Comissão de Coordenação das Celebrações dos 200 anos da Independência do Brasil, com os seguintes objetivos:

I – coordenar as atividades, os eventos e os projetos relacionados às celebrações do ducentésimo aniversário da Independência, no âmbito do Estado de São Paulo;

II – elaborar a programação estadual das atividades, eventos e projetos de que trata o inciso I deste artigo.

Parágrafo único – Fica facultado à Comissão manter diálogo com comissões e grupos correlatos instituídos por outros entes da Federação.

Artigo 2º – A Comissão será constituída por 1 (um) representante de cada um dos seguintes órgãos:

I – do Gabinete do Governador:

a) Casa Civil, que exercerá a coordenação dos trabalhos;
b) Casa Militar;

II – Secretaria da Cultura;

III – Secretaria da Educação;

IV – Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania;

V – Secretaria da Segurança Pública;

VI – mediante convite, Museu Paulista, da Universidade de São Paulo.

Parágrafo único – Os membros e seus suplentes serão designados por resolução do Secretário-Chefe da Casa Civil, mediante indicação dos respectivos Titulares dos órgãos que representam.

Artigo 3º – A Comissão poderá convidar outros representantes de órgãos e entidades públicos, da sociedade civil e do setor privado, para colaborar com suas atividades.

Artigo 4º – A participação na Comissão será considerada serviço público relevante, vedada a remuneração a qualquer título.

Artigo 5º – A Casa Civil, do Gabinete do Governador, deverá prover a Comissão do suporte técnico e administrativo necessário ao seu adequado funcionamento.

Artigo 6º – Os trabalhos da Comissão serão encerrados até o dia 1º de março de 2023, mediante apresentação do relatório final de suas atividades.

Artigo 7º – As despesas decorrentes da execução deste decreto correrão à conta de dotações próprias consignadas no orçamento vigente dos órgãos envolvidos.

Artigo 8º – Este decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Palácio dos Bandeirantes, 6 de setembro de 2018

MÁRCIO FRANÇA
Romildo de Pinho Campello
Secretário da Cultura
João Cury Neto
Secretário da Educação
Márcio Fernando Elias Rosa
Secretário da Justiça e da Defesa da Cidadania
Mágino Alves Barbosa Filho
Secretário da Segurança Pública
Aldo Rebelo
Secretário-Chefe da Casa Civil
Saulo de Castro Abreu Filho
Secretário de Governo

Entrevistas